Luiz Fernando de Andrade Figueiredo

Passarear é passear para observar aves. Mas esta palavra não existe! Mas não precisa, interessa que o ato se execute, seja vivido. Quem sabe, a exemplo do que Guimarães Rosa fez com muitas palavras, criando-as, impondo-as e dando a elas vida definitiva, terá este passarear um dia momento de se escrever e de se falar. E, inspirado em Rosa, que tanto soube misturar o prazer de escrever estórias com o de observar as aves, deixo aqui um pouco do que também ando fazendo nessas ocupações.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0